Menu

Notícias

Concurso Universitário de Mídia revela talentos há 17 anos

É com muita satisfação que realizamos o XVII Concurso Universitário de Mídia. Afinal, é através dele que abrimos um canal de comunicação entre os estudantes de publicidade e o mercado do Rio de Janeiro.

Aos longo desses 17 anos, o Concurso já revelou diversos talentos e, para relembrar um pouco dessa trajetória, fomos conversar com dois mídias que hoje ocupam cargos de destaque em grandes agências.

Carla Dart, gerente de mídia do grupo Coca-Cola na WMcCann, faz parte, literalmente, dessa história. Logo no segundo ano do Concurso Universitário, em 1998, ela foi sorteada para estagiar na JWT e dar o pontapé inicial em sua carreira de mídia. “Já havia estagiado em outros setores, mas nunca na minha área de interesse. O Concurso me possibilitou ter acesso à mídia numa agência de publicidade e, assim, ampliar meus conhecimentos sobre o seu funcionamento” – relembra Carla.

Há quase 10 anos, Thiago Rodrigues também fez parte dessa turma de novos talentos. Sua porta de entrada no mercado foi a Ogilvy & Mather Rio de Janeiro, onde está até hoje. “Nem preciso dizer muito. Estou indo para meu décimo ano de Ogilvy. Não sei o que teria sido da minha carreira sem essa oportunidade. Vi muitas pessoas boas entrarem no mercado pelo Concurso. Hoje, na minha equipe, tenho duas pessoas extremamente qualificadas, trabalhando diretamente comigo, que percorreram esse mesmo caminho” – comenta Rodrigues, que hoje é diretor de mídia da agência.

Estamos agora na reta final das inscrições, por isso, pedimos aos nossos antigos concursados e ao Renato Annibal, diretor de Projetos Especiais do GMRJ e coordenador de Mídia da Coca-Cola Brasil, que dessem algumas dicas para os futuros mídias do Rio.

– O que você diria para os universitários que estão se inscrevendo nesse momento?

Carla Dart:

A melhor forma de aprender e colocar em prática aquilo que é ensinado na faculdade é realmente “colocando a mão na massa”. Hoje, mais do que nunca, as agências estão focadas na transformação do consumidor e, consequentemente, no impacto que isso causa nos veículos e em toda a comunicação e nada como estar no dia-a-dia de uma agência para acompanhar todo esse movimento. Boa sorte!

Thiago Rodrigues:

Sugiro a todos que levem esse Concurso muito a sério. O Grupo de Mídia RJ busca estudantes que realmente querem ser mídias. Se vocês querem muito seguir essa carreira, se esforcem e se dediquem, pois essa é a melhor porta de entrada em um mercado disputado, qualificado e muito recompensador.

Renato Annibal:

O profissional de mídia precisa ser um grande observador do comportamento humano, com visão estratégica do negócio, entendendo que as iniciativas táticas são consequência de uma estratégia bem fundamentada.







cforms contact form by delicious:days